Como vender online sem ter um site de loja virtual?

No ano de 2021, todos sentiram a gravidade e o impacto da pandemia de COVID-19 no dia a dia. Nesse momento, especialmente o varejo físico, teve que se reinventar ou então ver a sua operação parada. 

A partir daí, muitos lojistas passaram a perceber o quão importante teria sido se tivessem começado a dar um pouco mais de atenção ao canal de vendas digital antes de tudo acontecer. Nessa nova fase que estamos vivendo, o digital passou a ser uma importante extensão do varejo físico. 

Entendendo o varejo físico VS varejo digital

Se fizermos uma analogia entre Varejo Físico e Varejo Digital, existem pontos que devem ser levados em consideração. Ao mesmo tempo que para inaugurar uma nova loja física você deve se preocupar com a sua localização, para que a loja seja vista e tenha um bom fluxo de pessoas. O mesmo acontece no varejo digital, ao montar uma loja virtual existe uma grande preocupação em gerar esse tráfego, só que agora online, e levá-lo até ao seu site.

Olhando para esse momento em que o varejo digital vem alcançando números de crescimento cada vez mais expressivos, existe uma oportunidade muito grande do pequeno e médio varejo aparecer com mais força.

Afinal, com o varejo digital todos entram em um mesmo ambiente, gerando uma igualdade, onde é possível atrair as pessoas para vender seus produtos online, assim como qualquer loja de grande porte. E optar por vender seus produtos em um marketplace, onde já existe um tráfego solidificado é vender de igual pra igual.

Esse dinamismo é uma das maiores forças do varejo online, se você segue bem as boas práticas o potencial de alcance dentro dessas plataformas pode ser incrível.

Através de quais canais posso vender online?

Uma das principais travas no processo de digitalização acaba sendo o medo dos custos e da mão de obra envolvida em montar uma loja própria, isso acaba inibindo a ideia do varejista em ter uma operação digital, que acaba se sentindo mais confiante em sua zona de conforto no varejo físico.

De fato, para lançar uma loja virtual própria existe um grande planejamento e investimento por trás. Para facilitar esse primeiro contato no digital, existem diversas plataformas e ferramentas que auxiliam na inserção online sem que haja a necessidade da criação de uma loja própria logo num primeiro momento.

Uma prática segura é buscar por um software de gestão, como o SPVarejo, que já realiza essa integração do seu estoque físico com marketplaces ou lojas online. 


 167 Total,  1 Hoje

Gostou do Post? Compartilhe 🙂